Notícias

voltar às notícias

A gestão de risco é fulcral para as empresas

A gestão de risco é fulcral para as empresas
Fonte: Revista Risco 29.09.2017
A gestão de risco tem vindo a assumir uma importância cada vez maior na agenda estratégica das empresas e das organizações, enquanto elemento fundamental de suporte a uma  gestão de sucesso no atual cenário mundial, profundamente complexo e instável.

"É preciso analisar bem os riscos nas empresas para não haver surpresas”, afirma Jorge Luzzi, presidente da Herco Global, em entrevista à revista Risco.

Neste contexto, Jorge Luzzi destaca o papel central que o gestor de riscos assume: "a profissão do gestor de risco é difícil: necessita que se tenha uma visão analítica, porque no momento em que estamos a fazer um plano de prevenção, temos de pensar em riscos que nunca aconteceram naquele lugar, mas que podem vir a acontecer”.

Ao gestor de risco cabe a função de analisar a situação atual da empresa, ponderar potenciais situações futuras e tentar transferir para uma seguradora todos os riscos que puder e, nas situações em que tal não for possível, delinear uma estratégia de redução do impacto desse risco.

Uma função que Jorge Luzzi diz não ser um trabalho de génio, mas antes o resultado do conhecimento coordenado de todos na empresa, começando pelo próprio presidente. "Na empresa, o responsável pela gestão de risco deve recorrer às técnicas de Enterprise Risk Management (ERM), deve ser muito ativo e orientado para o risco, mas também tem de ter um comité de risco, onde todas as áreas da empresa dialoguem e identifiquem os riscos”, defende. Tudo para evitar que a empresa fique numa situação que a impeça de desenvolver a sua atividade.


Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Descubra o mundo MDS