Press Release

Voltar à imprensa

José Diogo Araújo e Silva é o novo CFO do Grupo MDS

José Diogo Araújo e Silva é o novo CFO do Grupo MDS
30.10.2018
José Diogo Araújo e Silva é o novo chief financial officer (CFO) do Grupo MDS, passando a integrar a Comissão Executiva da multinacional portuguesa líder na corretagem de seguros e consultoria de riscos. 

Licenciado em Gestão de Empresas cum laude pela Universidade Católica Portuguesa, José Diogo de Araújo e Silva tem um vasto percurso profissional na banca de investimento e capital de risco a nível internacional, nomeadamente no Reino Unido e na Península Ibérica. Desempenhou funções em empresas como BPI, Accenture, JP Morgan e Magnum Capital, com uma grande experiência em operações de fusões e aquisições na Europa e em funções de gestão de empresas e investimentos.

José Manuel Dias da Fonseca, MDS Global CEO, afirma: "José Diogo Araújo e Silva é uma mais-valia para o Grupo MDS, que continua a atrair talento e competências para as equipas. A sua experiência em processos de aquisições e investimentos irá trazer, seguramente, muito valor ao grupo, que está empenhado em continuar a expandir as suas operações em Portugal e no exterior”.

A MDS é um grupo multinacional de origem portuguesa que atua na área da corretagem de seguro e resseguro e consultoria de risco. É líder de mercado em Portugal, top 5 no Brasil e está presente também em Angola e Espanha. Através da Brokerslink, empresa global de corretagem fundada pela MDS em 2004 e sedeada em Zurique, está presente em mais de 100 países, com cerca de 400 escritórios e 10.000 profissionais da área dos seguros. É também acionista e parceiro de referência da Ed. (ex-Cooper Gay Swett & Crawford), corretor independente no mercado ressegurador londrino.

José Diogo Araújo e Silva iniciou a sua carreira profissional em 1999 como analista no BPI, com especial enfoque nas áreas de corporate finance e de fusões e aquisições. No ano seguinte mudou-se para Madrid, integrando a equipa de analistas de instituições financeiras da Accenture. Entre 2001 e 2004 foi Analyst & Associate no banco de investimento JP Morgan, em Londres e Madrid, participante em várias operações de fusões e aquisições, nomeadamente nos sectores dos seguros, retalho e imobiliário. 

Depois de uma nova passagem pelo BPI, regressa ao escritório londrino do JP Morgan, tendo participado na OPA da Sonaecom sobre a Portugal Telecom, na última fase de privatização da Portucel e na aquisição da Sanef pela Abertis em França. Em 2017 integrou a Magnum Capital, firma de capital de risco na Península Ibérica, onde foi diretor de investimentos e administrador de várias empresas participadas.

Agora, José Diogo Araújo e Silva vai assumir a direção financeira do Grupo MDS, contribuindo para o seu crescimento e desenvolvimento.


Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi
Descubra o mundo MDS